Pular para o conteúdo
Início » Artigos » Capacete coquinho é permitido? Saiba tudo!

Capacete coquinho é permitido? Saiba tudo!

Compartilhe:

Você já se perguntou se o famoso capacete coquinho é permitido por lei? Esse estilo de capacete, com sua aparência vintage e charme retrô, tem ganhado cada vez mais popularidade entre os motociclistas. No entanto, antes de fazer sua escolha, é crucial entender as regulamentações e saber se esse tipo de capacete proporciona a segurança necessária. Este artigo vai esclarecer todas as suas dúvidas sobre o capacete coquinho, abordando sua legalidade, segurança e considerações importantes.

O que é o Capacete Coquinho?

O capacete coquinho, também conhecido como "capacete de cava", "capacete calota" ou "capacete coco", é um modelo de capacete aberto que cobre apenas a parte superior da cabeça. Ele não possui proteção para o rosto, mandíbula ou a nuca, oferecendo uma cobertura mínima. Seu design é inspirado nos capacetes militares utilizados na Segunda Guerra Mundial, o que lhe confere um estilo vintage e retrô.

Legalidade do Capacete Coquinho

Regulamentação de Capacetes no Brasil

Segundo as normas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) e pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), todos os capacetes utilizados por motociclistas no Brasil devem seguir certas especificações técnicas para garantir a segurança do condutor. Os principais pontos regulamentados são:

  1. Certificação: Todos os capacetes devem ser certificados pelo INMETRO.
  2. Selo de Identificação da Conformidade: Capacetes comercializados devem portar um selo que ateste a conformidade às normas de segurança.
  3. Elementos Reflexivos: Necessário ter elementos reflexivos em áreas específicas para aumentar a visibilidade.

O Capacete Coquinho é Permitido?

De acordo com as regulamentações vigentes, o capacete coquinho não cumpre os requisitos mínimos de segurança exigidos pelo CONTRAN e INMETRO. Isso ocorre porque:

  • Proteção Limitada: Ele não protege áreas cruciais como o rosto e a mandíbula.
  • Ausência de Certificação: A maioria dos capacetes desse tipo não possui a certificação do INMETRO.
  • Não Conformidade: Em muitos casos, os capacetes coquinhos não possuem os elementos reflexivos necessários.

Portanto, o uso de capacete coquinho em motocicletas, ciclomotores e similares não é permitido pela legislação brasileira.

Segurança do Capacete Coquinho

Prós e Contras

Embora o capacete coquinho seja estiloso e tenha uma aparência atrativa, ele oferece desvantagens significativas quando se trata de segurança. A seguir, uma tabela que destaca os prós e contras:

Prós Contras
Estilo vintage e retrô Proteção limitada
Confortável para uso urbano Não aprovado pelo INMETRO
Leve e com boa ventilação Falta de elementos reflexivos
Fácil de colocar e tirar Não protege o rosto e a mandíbula

Riscos Associados

Utilizar um capacete que não oferece a proteção adequada coloca o motociclista em risco elevado. Alguns dos principais riscos incluem:

  • Lesões Faciais: Sem proteção facial, há uma maior probabilidade de sofrer lesões graves em acidentes.
  • Fratura de Mandíbula: A ausência de proteção para a mandíbula é um ponto crítico.
  • Baixa Visibilidade: A falta de elementos reflexivos pode resultar em menor visibilidade, especialmente à noite.

Alternativas ao Capacete Coquinho

Capacetes Abertos Certificados

Se você gosta do estilo do capacete coquinho, pode considerar capacetes abertos que são certificados pelo INMETRO. Esses capacetes oferecem um equilíbrio entre estilo e segurança, com proteção adequada e conformidade às normas.

Capacetes Fechados

Os capacetes fechados, também conhecidos como integrais, são a opção mais segura. Eles proporcionam proteção completa para a cabeça, rosto, mandíbula e nuca, além de frequentemente possuírem visores e sistemas de ventilação avançados.

Capacetes Modulares

Os capacetes modulares combinam a segurança dos capacetes fechados com a conveniência dos capacetes abertos. Eles possuem uma estrutura que permite levantar a parte frontal, proporcionando versatilidade.

Considerações Finais

É fundamental entender que, apesar do apelo estético, a segurança deve ser a preocupação principal ao escolher um capacete. O capacete coquinho, embora estiloso, não oferece a proteção necessária e não cumpre as regulamentações de segurança no Brasil. Existem diversas alternativas que combinam estilo e segurança, garantindo uma pilotagem tranquila e segura.

Confira algumas dicas finais para escolher o capacete ideal:

  1. Verifique a Certificação: Certifique-se de que o capacete escolhido possui a certificação do INMETRO.
  2. Avalie a Confortabilidade: Experimente o capacete para garantir que ele se ajuste bem e seja confortável.
  3. Considere a Ventilação: A ventilação é essencial para garantir conforto durante a pilotagem.
  4. Opte por Elementos Reflexivos: Elementos reflexivos aumentam a visibilidade, especialmente à noite.

Escolher o capacete certo pode fazer toda a diferença em situações de emergência. Segurança nunca deve ser comprometida, e um bom capacete é um investimento essencial para qualquer motociclista.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *